ENDURANCE 6 HORAS

ENDURANCE 6 HORAS


DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
1.1 - As provas de 6 horas de duração, mais 3 (três) voltas, e que fazem parte do Campeonato de Endurance de Kart Indoor, serão regidas pelo presente regulamento.

1.2 - O evento descrito neste documento é considerado um EVENTO LÚDICO.

INSCRIÇÃO / TAXA DE INSCRIÇÃO

2.1 - A inscrição no evento será realizada através do site do CEKI (www.ceki.com.br).

2.2 - As vagas são LIMITADAS - LOTE 1 (50 equipes de 2 a 7 pilotos por kart).

2.3 - Os inscritos poderão ser pessoas a partir de 14 anos (menores só poderão participar com a presença do responsável no local do evento), devendo estar em plenas condições físicas e mentais. Não existem restrições referentes ao sexo dos participantes, características físicas serão limitantes caso o participante não possa se acomodar nos karts com segurança.

2.4 - Após preencher e enviar o formulário de inscrição, o responsável pela equipe deverá pagar a taxa de inscrição dentro dos períodos estipulados e deverá assinar o termo de compromisso e autorização do uso de imagem de todos os membros da equipe.

2.5 - Valores e opções de inscrição:
2.5.1 - ETAPA 1 (19 MAR | ENDURANCE 6 HORAS) - R$ 3.000,00.
2.5.2 - ETAPA 2 (18 JUN | ENDURANCE 6 HORAS) - R$ 3.000,00.
2.5.3 - ETAPA 3 (10 SET | ENDURANCE 6 HORAS) - R$ 3.000,00.

2.5.4 - INSCRIÇÃO EM UMA ÚNICA ETAPA (caso a equipe se inscreva em uma única etapa (6H) do CEKI):
PARCELAMENTO (ETAPA 1)
PARCELA 1 - 14 FEV: R$ 1.500,00;
PARCELA 2 - 14 MAR: R$ 1.500,00; e
VALOR TOTAL: R$ 3.000,00.

PARCELAMENTO (ETAPA 2)
PARCELA 1 - 18 ABR: R$ 1.500,00;
PARCELA 2 - 30 MAI: R$ 1.500,00; e
VALOR TOTAL: R$ 3.000,00.

PARCELAMENTO (ETAPA 3)
PARCELA 1 - 18 JUL: R$ 1.500,00;
PARCELA 2 - 22 AGO: R$ 1.500,00; e
VALOR TOTAL: R$ 3.000,00.

2.5.5 - INSCRIÇÃO ETAPA 1, ETAPA 2 e ETAPA 3 (valor promocional):
PARCELA 1 - 14 FEV: R$ 1.400,00;
PARCELA 2 - 14 MAR: R$ 1.400,00;
PARCELA 3 - 18 ABR: R$ 1.400,00;
PARCELA 4 - 30 MAI: R$ 1.400,00;
PARCELA 5 - 20 JUN: R$ 1.400,00;
PARCELA 6 - 18 JUL: R$ 1.400,00; e
VALOR TOTAL: R$ 8.400,00 (desconto: R$ 600,00).

2.6 - A inscrição realizada no LOTE 1 tem direito aos seguintes itens:
2.6.1 - Conjunto (chassi, pneus, motor, combustível e carenagem) (ALUGUEL DURANTE PROVA E CLASSIFICAÇÃO); e
2.6.2 - Adesivagem da carenagem.

2.7 - Somente serão consideradas inscritas as equipes que realizarem o pagamento da inscrição e envio do comprovante de depósito para contato@raracing.com.br com NOME DA EQUIPE e NOME DO PILOTO RESPONSÁVEL. Será obrigatório o preenchimento do formulário de inscrição no site, e TODOS os participantes da equipe terão que assinar o termo de compromisso e autorização do uso de imagem, informando seus dados pessoais. O termo deverá ser entregue na secretaria do evento, no período da manhã: TERMO DE COMPROMISSO.

2.8 - Caso a equipe opte por realizar o deposito do valor INTEGRAL, o pagamento deve seguir o cronograma de pagamentos. Caso o depósito não seja realizado neste prazo, a inscrição estará automaticamente CANCELADA.
2.8.1 - Caso a equipe opte por pagar o valor total de forma parcelada, a equipe deverá realizar os pagamentos dentro dos prazos estipulados no Item 2.5, caso contrário, a inscrição será cancelada, sem direito a devolução do valor.
2.8.2 - Em casos de desistência da equipe, a equipe terá até 30 dias após o pagamento da primeira parcela para solicitar devolução do valor depositado, caso contrário, o valor não será mais devolvido, tendo em vista os gastos e compromissos que a organização tem para com os fornecedores.

2.9 - As informações para depósito do valor serão enviadas por e-mail de forma automática em até 48 horas, após realizar inscrição no site.

2.10 - A comissão organizadora não se responsabilizará por qualquer despesa de locomoção, alimentação e inscrição para a participação do piloto.

2.11 - O credenciamento dos pilotos será feito via site (www.ceki.com.br). O acesso à área de credenciamento será feito pelo chefe de equipe. O prazo limite para o credenciamento on-line é de 120 horas que antecedem a data da etapa. Caso o kart não seja credenciado dentro do prazo, largará na última colocação. Se mais de um kart se enquadrar nessa punição, as posições no final do grid de largada serão definidas por sorteio. Após o envio do credenciamento, em cada kart será permitida apenas 1 (uma) alteração (inclusão, exclusão ou troca) em seu credenciamento. Após a retirada dos kits, não será aceita qualquer alteração.
2.11.1 - Os pilotos e chefes devem se cadastrar no portal: sistema.raracing.com.br.

2.12 - OBRIGATÓRIO: Cada equipe (kart) deve levar 1 (uma) cesta básica de alimentos não perecíveis. Caso a equipe não leve 1 (uma) cesta básica, a mesma só poderá participar do evento mediante pagamento de R$ 20,00 por piloto inscrito no kart (valor convertido em alimento para doação).

2.13 - A organização irá realizar um briefing (on-line - www.youtube.com/raracingtv) detalhado na semana da prova (VER CRONOGRAMA).

TRAÇADOS E MAPAS OPERACIONAIS
3.1 - Os traçados e mapas operacionais que serão utilizados durante a temporada estão disponíveis na Seção CONHEÇA OS TRAÇADOS.

CLASSIFICATÓRIO
4.1 - Os karts serão dispostos em ordem definida pela direção de prova no parque fechado.

4.2 - O classificatório será realizado de acordo com o CRONOGRAMA.

4.3 - No momento da pesagem dos pilotos, será realizado o sorteio dos karts que serão usados pela equipe na classificação. O auxiliar deverá acessar o parque fechado para a colocação do lastro no kart sorteado, procedimento que será fiscalizado pelos comissários técnicos.

4.4 - A classificação terá duração de 5 (cinco) minutos e, após o encerramento da classificação, o piloto deverá regressar ao parque fechado para que seja feita a conferência de lastro.

4.5 - Não será permitido que o mesmo piloto realize a tomada de tempo dos dois karts em que estiver inscrito (um piloto diferente por kart). Não será permitida a realização da tomada de tempo por um piloto que não esteja inscrito no kart.

4.6 - Para o procedimento de classificação e largada, os pilotos devem se apresentar com o equipamento completo para fazer a pesagem e iniciar o procedimento de box. Após o horário estipulado no cronograma, a balança estará fechada, sendo o piloto impossibilitado de realizar a classificação. Em caso de filas, será levada em consideração a hora de chegada na fila. Esse procedimento será controlado por um comissário.

4.7 - O kart da equipe inscrita que não participar do classificatório largará na última colocação e, se mais de um kart se enquadrar nessa situação, as posições no final do grid de largada serão definidas por sorteio.

4.8 - No treino classificatório é obrigatório que o piloto coloque a tornozeleira com o sensor na perna DIREITA.

4.9 - Não será permitida a troca de kart durante a classificação. Caso o piloto entre para o box, não poderá regressar à pista.

4.10 - Os karts serão agrupados em dois grupos por meio de sorteio e cada grupo terá 5 minutos para realizar o classificatório. Caso a quantidade de karts seja impar, o GRUPO A será formado por metade dos karts participantes +1 (mais um) kart.

4.11 - No classificatório não será permitida a formação de pelotões de karts, nos quais haja contato entre karts adjacentes. Caso haja formação de pelotão e o contato entre karts ocorra, os karts empurradores serão desclassificados da tomada de tempo e se enquadrarão no Item 4.7.

4.12 - Caso o kart empurrado obtenha vantagem no tempo de volta, a volta em que o kart foi empurrado será desconsiderada.

4.13 - O peso mínimo do piloto: 90 kg (Piloto e lastros, se necessários).

4.14 - Não serão usadas carenagens na classificação.

FORMAÇÃO DO GRID
5.1 - O piloto que realizar a classificação por um kart, obrigatoriamente, também será o responsável por realizar a largada do mesmo kart.

5.2 - Após a classificação os pilotos devem permanecer no parque fechado.

5.3 - Antes de se dirigir para a pista, para o procedimento de largada, os karts serão novamente sorteados. Serão definidas 5 filas de karts e a quantidade de karts em cada fila seguirá a fórmula TOTAL_KARTS_GRID/5 (em caso de valor não inteiro, a fila 5 receberá o resto da divisão). Os karts serão dispostos de acordo com a chegada ao box.
5.3.1 - Exemplo: 5 filas com 10 karts cada, a organização irá sortear um valor entre 1 e 5. O primeiro sorteio define a fila correspondente aos 10 primeiros de acordo com a classificação, o segundo sorteio define a fila dos próximos 10 karts e assim sucessivamente.
5.3.2 - Exemplo: Se o primeiro sorteio definir a fila 3, o primeiro colocado na classificação usará o primeiro kart da fila 3 e assim sucessivamente. (Proibida cópia, reprodução e edição deste vídeo sem a autorização da RA RACING):


5.4 - No momento denominado FORMAÇÃO DO GRID (Cronograma), o piloto que irá participar da largada e os 2 (dois) auxiliares da equipe serão liberados para colocação do lastro e carenagem no kart que será utilizado na largada. O piloto irá sair do parque fechado e se posicionar no grid, de acordo com a direção de prova.

5.5 - O piloto responsável por realizar a largada deve ter cuidado com questões fisiológicas, deve se preparar para o procedimento, pois a organização não permitirá que o piloto na pista saia desta área. O não cumprimento acarretará em penalização de acordo com a análise da comissão desportiva.

DA PROVA/LARGADA
6.1 - A prova terá duração de 6 (seis) horas + 3 (três) voltas.

6.2 - A largada será estilo Le Mans, que consiste em enfileirar os karts em posição diagonal (45º), ao lado da pista, com o motor ligado, enquanto os pilotos ficam de pé ao lado da pista do lado oposto ao dos karts. Ao sinal da Direção de Prova, todos os pilotos saem correndo em direção aos seus karts, dando início a prova.

6.3 - Os karts devem estar ligados e seguros pela borracha de proteção por um único auxiliar (o auxiliar poderá manter o kart parado com o pé (É PROIBIDO O AUXILIAR SEGURAR O KART COM AS MÃOS)). Em caso de desrespeito a essa conduta, a equipe será punida em 1 (uma) volta.
6.3.1 – No processo de largada, os auxiliares não podem ingressar na pista, devem se manter na grama. Os auxiliares só poderão atravessar a pista após indicação da direção de prova. Caso o auxiliar adentre a pista para empurrar o kart da equipe, a equipe será punida em 1 (uma) volta.
6.3.2 – Caso o piloto seja atrapalhado, caia na pista por conta de um empurrão realizado pelo auxiliar, a equipe será DESCLASSIFICADA.
6.3.3 - Em caso de pista molhada no início do evento, na largada os karts serão enfileirados em posição diagonal (45º), ao lado da pista, com o motor ligado, enquanto os pilotos ficarão sentados em seus karts. Neste caso, não será necessária a entrada dos auxiliares na pista.

6.3 - A equipe será responsável pelas atitudes de seus auxiliares podendo tais atitudes acarretar em exclusões ou a desclassificação da equipe/kart.

6.4 - É proibida qualquer manutenção no grid de largada por parte das equipes participantes.

6.5 - Somente após transcorridas cinco horas e trinta minutos (05h30min), será apresentada a bandeira azul para os 3 (três) primeiros, e sua aplicação se dará ao líder obrigatoriamente. A aplicação do benefício ao segundo e terceiro colocados será efetivada somente caso estejam na mesma volta do líder.

6.6 - No caso de interrupção da prova, o seu reinício será dado com nova largada, sendo os karts reposicionados no grid (fila única) de acordo com a classificação da última volta registrada e declarada pela cronometragem como sendo anterior à paralisação. Caso o kart esteja no box, o tempo de parada será analisado de acordo com a última volta válida e, se necessário, o tempo de parada será inserido no tempo e o kart será posicionado no grid.
6.6.1 - Se a interrupção for ocasionada por entrada de ambulância na pista, o tempo de prova será paralisado e, após a situação se normalizar e com a presença da ambulância, o evento será reiniciado.
6.6.2 - Em caso de interrupção da prova por conta das condições climáticas ou adversas à organização, a prova será paralisada, porém o tempo continuará ativo. Para cada 1 (uma) hora de paralisação, será removida a necessidade de uma parada obrigatória (de 7 minutos) para todos os karts.
6.6.3 - Se não houver condições (climáticas ou adversas) para a disputa da prova ao atingir ao menos 75% (04h30min), prova não será reiniciada e o resultado de prova será a última volta válida registrada:
a. No caso de a paralisação ocorrer dentro do intervalo de 04h30min e 04h59min de prova, o kart deve ter no mínimo 4 (quatro) paradas obrigatórias validadas;
b. No caso de a paralisação ocorrer dentro do intervalo de 05h00min e 05h29min de prova, o kart deve ter no mínimo 5 (cinco) paradas obrigatórias validadas; e
c. No caso de a paralisação ocorrer após 05h30min de prova, o kart deve ter no mínimo 6 (seis) paradas obrigatórias validadas.

6.7 - No caso de paralisação da prova, os karts serão agrupados na reta principal, onde permanecerão até que seja autorizado o reinício da prova, não sendo permitida qualquer manutenção ou reabastecimento.
Importante: No caso de haver necessidade de manutenção no kart nesse momento, esta somente poderá ser feita após o reinício da prova, salvo em situações nas quais não seja possível ligar o kart para realizar a relargada (pane seca não se enquadra em manutenção).

6.8 - No caso de bandeira vermelha, os boxes serão fechados e não será permitida a entrada de karts (karts que estavam no box na volta anterior à bandeira vermelha terão seu tempo de parada computado de acordo com a cronometragem e serão reposicionados de acordo com a posição calculada pela cronometragem).

6.9 - Não caberá recurso contra a decisão de interrupção ou encerramento da prova.

6.10 - Em caso de quebra na pista, o piloto deve retornar ao box sem passar pelo laço da cronometragem, que fica em frente ao posto de direção de prova (faixa quadriculada). O piloto deve retornar ao parque fechado pelo caminho apresentado no briefing, aguardar a conferência do peso em seu kart por um fiscal de pista e passar o sensor a outro piloto de sua equipe. Se o piloto passar pelo laço da cronometragem (área delimitada), o kart será penalizado em 5 (cinco) voltas.

6.11 - Em caso de paralisação, os pilotos estão proibidos de passar pelo laço da cronometragem e devem respeitar a sinalização dos comissários e diretor de prova, que irão indicar o local onde devem esperar até a relargada. O não cumprimento acarretará punição de 5 (cinco) voltas.

6.12 - O piloto não poderá, em hipótese alguma, pular a grade que separa o público da pista e deverá seguir o trajeto apresentado no briefing. Caso este item não seja cumprido, seu kart será penalizado em 1 (uma) volta.

6.13 - É proibido que o piloto receba qualquer objeto do público durante o trajeto realizado na faixa de rolagem (ver MAPA OPERACIONAL). Caso ocorra, o kart será penalizado com 1 (uma) volta.

6.14 - Em regime de bandeira vermelha os veículos estarão em regime de “parque fechado” e ninguém poderá tocá-los (no que tange, manutenção/alteração), sob pena de exclusão sumária.

6.15 - Caso não haja relargada, a classificação da corrida será a da volta precedente àquela em que a bandeira vermelha tiver sido mostrada.

6.16 - Enquanto a bandeira vermelha estiver sendo mostrada, serão proibidas as ultrapassagens e essa infração será punida pelos comissários desportivos.

QUANTIDADE DE PARTICIPANTES
7.1 - A quantidade mínima de participantes para a realização da Prova será de 40 karts. Caso não seja atingido o grid mínimo até trinta (30) dias que antecedem a data da Prova, o evento será CANCELADO, e a quantia referente aos valores pagos pela inscrição no evento será devolvida às respectivas equipes. A organização não se responsabiliza com gastos referentes a deslocamento, hospedagem ou qualquer outro desembolso que a equipe tenha realizado anteriormenteà data de confirmação do evento.

CRONOMETRAGEM
8.1 - Será obrigatória para todos os pilotos a utilização do sensor de cronometragem fornecido pela organização. O sensor será colocado em uma TORNOZELEIRA que será fixada na perna direita do piloto. Essa medida é decorrente da necessidade de padronizar a aferição dos resultados.

8.2 – Se o piloto ingressar na pista sem o sensor, seu kart perderá as voltas que não foram cronometradas.

EQUIPES E SEUS KARTS
9.1 - A equipe deve ter um responsável/chefe (apenas um CPF poderá ser usado por equipe).

9.2 - A equipe pode ser formada por no máximo 6 (seis) karts.

9.3 - A equipe deve ter logo (identidade) e nome diferente das demais equipes participantes do campeonato (análise será feita pela organização do evento e a equipe será notificada caso seja necessária a mudança).

9.4 - Os karts da mesma equipe podem ter layouts de carenagem diferentes.

9.5 - Fica proibido que karts de equipes distintas usem o mesmo layout de carenagem.

9.6 - Cada kart poderá ser formado com o mínimo de 2 (dois) e com o máximo de 7 (sete) pilotos.

9.7 - Será permitido que 1 (um) piloto participe de no máximo 2 (dois) karts, devendo o piloto estar inscrito nos devidos karts.

9.8 - As equipes devem ter em seu grupo de trabalho pelo menos 2 (dois) auxiliares (os auxiliares estão liberados para participar de mais de uma equipe/kart). A identificação de cada um dos auxiliares de equipe se dará através de coletes, que serão fornecidos pela organização no dia do evento, sendo entregues somente ao responsável da equipe. Será cobrada em regime de caução a quantia de R$ 50,00 pelo empréstimo do colete. Ao efetuar a devolução do colete em condições de uso, o valor integral de R$ 50,00 será devolvido.

9.9 - A equipe receberá 1 (uma) placa com a numeração para cada kart de sua responsabilidade. A placa será usada para identificação dos karts da equipe em pista. A placa deverá ser retirada e fixada com cuidado. A fixação deverá ser realizada na gravata do kart. Avarias na placa fornecida pela organização, provocadas por mau uso, acarretarão em multa de R$ 100,00 para a equipe. Caso a equipe opte por não realizar o pagamento, será excluída do evento. Após o evento a placa deve ser mantida no kart.

9.10 - Cada equipe terá por empréstimo 1 (uma) carenagem METALMORO por kart de sua responsabilidade e que poderá ser adesivada com logos dos patrocinadores e apoiadores da equipe. A adesivagem deve seguir o padrão definido na imagem a seguir:


9.11 - É extremamente proibida a adesivagem de símbolos políticos, religiosos e que denigram a imagem de competidores, eventos, empresas, etc.

9.12 - A quantidade de carenagens reservas do evento será de 20% do total de karts inscritos na prova.

9.13 - Em caso de quebra, na qual não seja possível o retorno do kart ao box, a equipe deverá seguir os procedimentos descritos nos itens 6.10 e 6.11. Caso o kart não seja resgatado a tempo, a equipe receberá uma carenagem reserva adesivada com os patrocinadores do evento. Na parada seguinte, o kart deverá fazer uso da carenagem oficial da equipe.

9.14 - Caso não seja possível a fixação da carenagem no kart (fato comprovado pelo corpo técnico), a equipe receberá uma carenagem reserva adesivada com os patrocinadores do evento. Essa situação será analisada pelo comissário técnico responsável.

9.15 - Os adesivos serão aplicados pela organização do evento. Os líderes devem enviar o projeto gráfico até 34 dias antes da prova para o e-mail contato@raracing.com.br. Caso a equipe opte por não aplicar adesivos na carenagem ou não atenda o prazo estipulado, será disponibilizada uma carenagem com adesivos dos patrocinadores do evento. O projeto base será enviado por e-mail aos chefes.

9.16 - A equipe não poderá iniciar a prova sem a carenagem.

9.17 - É proibida a aplicação de adesivos de tamanho aleatório (que não respeitem o layout enviado) diretamente no plástico da carenagem, porém, após a aplicação dos adesivos base, é permitida a aplicação de qualquer adesivo.

9.18 - As equipes receberão por meio de empréstimo mesas e cadeiras (1 (uma) mesa e 2 (duas) cadeiras por kart inscrito) conforme será apresentado no briefing do evento. Caso os auxiliares não respeitem o procedimento descrito em briefing, a equipe será advertida. Em caso de reincidência dessa prática, a equipe e seus karts estarão sujeitos à penalização de 1 (uma) volta.

LASTREAMENTO
10.1 - Pesos permitidos:
10.1.1 - Peso mínimo do piloto em stint graduado: 90 kg (piloto e lastros, se necessário).
10.1.2 - Peso mínimo do piloto em stint supergraduado: 110 kg (piloto e lastros, se necessário).

10.2 - Durante a prova serão feitas quatro (4) verificações de peso: (1) na entrada do PILOTO no Box (pesagem e definição da quantidade de lastros); (2) na saída do KART do Box (verificação – quantidade de lastros); (3) na entrada do KART no Box (verificação – quantidade de lastros); e (4) na saída do PILOTO do parque fechado (conferência do peso de entrada).

10.3 - Os pilotos abaixo dos pesos deverão usar lastro. Os lastros serão fornecidos pela organização e são múltiplos de 5 kg (cinco quilos).

10.4 - Será permitido uso de lastro pessoal, no corpo. Caso o piloto opte por carregar lastro no próprio corpo, poderá fazê-lo, desde que não coloque em risco sua integridade física e dos demais participantes. O lastro corporal deve ser colocado por dentro do macacão, não será permitido lastro pessoal fora do macacão (ex: pesos de academia). Será permitido o uso de capas para banco (ex: de chumbo) como lastro. Caso o lastro pessoal caia durante a competição, o piloto estará sujeito a punição perante análise da comissão desportiva.

10.5 - Caso a organização julgue que a fixação ou localização do lastro impõe riscos aos pilotos, poderá ser descartado o uso do lastro, sendo expressamente proibida a fixação de lastros pessoais nos karts.

10.6 - É expressamente proibido que pilotos e auxiliares entrem no parque fechado com lastros corporais na mão, exceto capas para banco. O não cumprimento acarretará em penalização de acordo com a análise da comissão desportiva.

10.7 - O piloto deve entrar no parque fechado já com seu lastreamento pessoal pronto, não será permitida a retirada de lastro pessoal dentro do parque fechado.

10.8 - Existe um peso máximo que deverá ser respeitado através do uso de lastros em barras de chumbo. O lastro máximo permitido na estrutura do kart é de 20 (vinte) quilos, ou seja, 4 (quatro) barras de chumbo com 5 (cinco) quilos cada. O piloto deverá usar lastro próprio caso não atinja o peso mínimo do piloto.

10.9 - Haverá tolerância de até 1 kg (um quilo) a menos no peso do piloto na conferência das paradas obrigatórias.
10.9.1 - Se o piloto apresentar diferença no peso maior que 1 kg (um quilo) e até 1,500 kg (um quilo e quinhentos gramas) no momento da pesagem, o kart será penalizado em 5 (cinco) voltas.
10.9.2 - Se o piloto apresentar diferença no peso maior que 1,500 kg (um quilo e quinhentos gramas) no momento da pesagem, o kart será penalizado com a desclassificação da prova.
10.9.3 - O kart que se enquadrar no Item 10.9.1 pela segunda vez será desclassificado, juntamente com seus integrantes.
10.9.4 - Caso seja constatada quebra no suporte do lastro do KART e que a falta de peso tenha ocorrido por conta dessa situação, as penalizações não serão aplicadas caso seja constatado que a quebra não foi provocada pela equipe (integrantes).

10.10 - Os lastros deverão ser colocados no kart pelo auxiliar da equipe. A retirada das barras de lastro será feita pela organização. Apenas 1 (um) dos auxiliares deve acompanhar o kart até o ponto de controle responsável por fiscalizar o kart antes de entrar na pista.

10.11 - Caso seja constatado o lastreamento incorreto por parte da equipe no momento da saída do kart do parque fechado (ponto de controle), a equipe será advertida e o auxiliar da equipe deverá providenciar o lastreamento correto. Caso haja reincidência, o kart será penalizado em 1 (uma) volta e, se adentrar na pista, estará sujeito às punições descritas no Item 10.9 e seus subitens.

10.12 - A responsabilidade pelo lastramento correto do kart será sempre do piloto/auxiliares, sem exceções, sendo recomendado que o piloto/auxiliar sempre faça a checagem do lastro antes de sair com o kart dos boxes. O não lastreamento correto será passível de punições descritas no Item 10.9 e seus subitens.

10.13 - Não será autorizado ao piloto que já tenha atingido o lastro de 90 kg em stint graduado ou 110 kg em stint supergraduado adicionar lastramento extra proveniente das barras disponibilizadas pela organização.

PARADAS OBRIGATÓRIAS
11.1 - Todos os karts deverão fazer no mínimo 6 (seis) paradas obrigatórias, sendo 5 voltas de sete minutos (7 min) e 1 (uma) volta de dez minutos (10 min). A entrada no box para a realização das paradas obrigatórias deve acontecer até 5:30 horas (cinco horas e trinta minutos) de prova.

11.2 - Cada kart poderá acessar o parque fechado no máximo (QUANTIDADE MÁXIMA DE PARADAS) 9 (nove) vezes. A partir da nona parada, caso o kart acesse o parque fechado, não poderá mais regressar à pista.

11.3 – Todos os karts devem permanecer em pista no mínimo 45 minutos, tempo obtido por um ou mais stins tendo como condutor um piloto supergraduado. A validação do stint supergraduado (110 kg) será da seguinte forma:
11.3.1 - O piloto devidamente inscrito no kart, ao fazer a sua pesagem de entrada no Box, deve sinalizar ao comissário que iniciará um stint supergraduado.
11.3.2 - Após a validação de lastreamento, na saída do kart para a pista, será iniciado um cronômetro que será controlado via sistema, que definirá o tempo em pista dos pilotos supergraduados.
11.3.3 - Ao retornar ao box, na verificação de lastreamento de entrada do kart para o box, o cronômetro será paralisado, fornecendo para a organização a informação de tempo de pista do piloto supergraduado.
11.3.4 - A organização não possui a obrigação de fornecer a informação em tempo real do tempo de pista do piloto supergraduado.
11.3.5 - A validação do tempo de pista dos pilotos supergraduados será informada via direção de prova (locução) às equipes.
11.3.6 - Não existe limite de tempo em pista para pilotos supergraduados, podendo a equipe realizar esse procedimento mais de uma vez para cumprir os 45 minutos de pista.
11.3.7 - Qualquer piloto devidamente inscrito no kart (exceto se desclassificado) poderá realizar o stint supergraduado (sempre respeitando a quantidade máxima de barras de 5 kg).
11.3.8 – O tempo total de pista de pilotos supergraduados (45 minutos) deve ser executado em sua totalidade antes das 04h00min de prova.
11.3.9 - Caso o kart não cumpra os 45 minutos de pista para pilotos supergraduados dentro do prazo estipulado no Item 11.3.8, receberá bandeira azul com "x" vermelho, sua pontuação na prova será zerada, suas informações cronometradas não serão consideradas e o kart não poderá mais voltar à pista. O kart deverá entrar no box em até 3 (três) voltas, a partir da primeira aplicação da bandeira. O não cumprimento deste item acarretará na aplicação de bandeira preta (DESCLASSIFICAÇÃO).

11.4 - O kart que até 05h30min (cinco horas e trinta minutos) de prova não tiver iniciado a sexta parada obrigatória conforme Item 11.1 receberá bandeira azul com "x" vermelho, sua pontuação na prova será zerada, suas informações cronometradas não serão consideradas e o kart não poderá mais voltar à pista. O kart deverá entrar no box em até 3 (três) voltas, a partir da primeira aplicação da bandeira. O não cumprimento deste item acarretará na aplicação de bandeira preta (DESCLASSIFICAÇÃO).

11.5 - A cada entrada do kart no box será obrigatória a troca de piloto e kart, além da retirada da carenagem do kart que entrou no box e a colocação da carenagem no kart que irá sair do box. O piloto substituto deverá usar o primeiro kart que estará na fila indicada pelo comissário técnico. A conferência de peso será realizada pelo comissário desportivo. Caso o piloto não respeite a indicação do comissário referente ao posicionamento do kart no box, o piloto será advertido. Em caso de reincidência dessa prática, o kart estará sujeito à penalização de 1 (uma) volta.

11.6 - Os auxiliares só poderão acessar o parque fechado acompanhados do piloto que irá fazer o novo stint. Fica proibida a entrada de auxiliares não acompanhados por seu piloto. Caso os auxiliares não respeitem, a equipe será advertida. Em caso de reincidência dessa prática, a equipe e seus karts estarão sujeitos à penalização de 1 (uma) volta.

11.7 - Ao chegar no box, assim que o piloto posicionar o seu kart corretamente onde o comissário indicar, estará o piloto autorizado a se levantar e a realizar a entrega do sensor (tornozeleira) e placa a um integrante de sua equipe. Na sequência, o piloto deve se dirigir ao local de saída para realizar a pesagem e registrar seu nome por meio da pulseira de identificação.

11.8 - Auxiliares não podem permanecer no parque fechado caso não estejam atendendo algum kart da sua equipe. Caso os auxiliares não respeitem, a equipe será advertida. Em caso de reincidência dessa prática, a equipe e seus karts estarão sujeitos à penalização de 1 (uma) volta.

11.9 - A parada obrigatória não será considerada se o piloto não realizar o processo de pesagem descrito no Item 11.7.

11.10 - Não será permitido PARAR na pista para fazer o controle do tempo. O kart que for flagrado será penalizado em 1 (uma) volta.

11.11 - Sempre que for entrar no parque fechado por qualquer motivo, o piloto deverá levantar a mão para sinalizar sua intenção.

11.12 - Os karts serão abastecidos com a mesma quantidade de combustível (5 litros) e o processo será realizado pela Organização de Prova.

11.13 - Caso o kart pare na pista por falta de combustível, o kart será penalizado com 1 (uma) volta.

11.14 - Em caso de quebra do kart, a volta em que ocorreu a quebra poderá ser considerada como uma das paradas obrigatórias.

11.15 - A quantidade de lastro que o piloto deve utilizar será verificada na SAÍDA e na ENTRADA do parque fechado, pelos comissários desportivos.

11.16 - No momento da pesagem na entrada do parque fechado, o piloto deve indicar o número do kart que será guiado por ele.

11.17 - O comissário técnico irá verificar se o piloto realmente está inscrito no kart. Caso não esteja, a entrada será proibida.

11.18 - Caso seja constatado que um piloto não inscrito no kart tenha realizado um stint durante a prova, o kart será DESCLASSIFICADO conforme Item 14.2.

11.19 - Procedimento de parada no box (Proibida cópia, reprodução e edição deste vídeo sem a autorização da RA RACING):


EQUIPAMENTOS/PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA E CUIDADOS
12.1 - Equipamento mínimo de segurança OBRIGATÓRIO:
a. Capacete (integral/com viseira) - proibido capacete MODULAR, OFF-ROAD, HÍBRIDOS, CURTOS, ABERTOS;
b. Luvas (integral);
c. Macacão (caso o piloto não possua, o kartódromo disponibiliza o aluguel);
d. Sapatilhas (calçados fechados/tênis); e
e. Balaclava (obrigatório para pilotos com cabelo comprido).

12.2 - Equipamento de segurança RECOMENDADO:
a. Protetor de costelas;
b. Colar cervical;
c. Balaclava;
d. Qualquer outro equipamento de segurança que o piloto julgue conveniente, tal como joelheiras, cotoveleiras, espumas de proteção, etc.

12.3 - Não é de responsabilidade da organização do evento fornecer o equipamento de segurança obrigatório.

12.4 - A organização reserva-se o direito de impedir de participar do evento o piloto que não se apresentar com o equipamento mínimo de segurança descrito no Item 12.1.

12.5 - Os pilotos deverão ter o máximo de cuidado durante as provas ou baterias, pois caso aconteçam acidentes, deverão ser respeitadas as sinalizações com as bandeiras amarela e vermelha. O respeito a essas sinalizações e aos fiscais de pista é condição para a segurança de todos os pilotos, e o piloto que desrespeitar será advertido, punido ou até mesmo desclassificado.

12.6 - Deve-se zelar pelos karts que serão usados. Não será permitido nenhum tipo de irregularidade com os karts provocada pelo piloto, como batidas propositais. Se isso ocorrer, a organização aplicará as medidas cabíveis ou até mesmo a desclassificação da equipe/kart.

12.7 - Havendo quebra de qualquer parte do kart que acarrete cobrança por parte do kartódromo, fica estabelecido que é responsabilidade do piloto que ocupou aquele kart quitar o débito correspondente.

12.8 - Durante todo o evento haverá a presença de ambulância e equipe especializada para atender qualquer ocorrência durante o evento. Em situações nas quais não haja a presença de equipe especializada, o evento poderá ser postergado ou cancelado.

12.9 - A organização reserva-se o direito de cancelar qualquer evento nos casos de discordância comercial e/ou falta de condições de infraestrutura/equipamentos do kartódromo e condições climáticas que comprometam a segurança dos participantes. Caso ocorra, a organização se compromete a informar todos os envolvidos em tempo hábil e substituir o local por um segundo. Não havendo a possibilidade de transferir o evento para um segundo local, o evento será cancelado e a organização buscará remarcar o evento posteriormente.

12.10 - O acesso à pista será controlado. Somente pessoas autorizadas pela organização da prova poderão ter acesso à pista, devendo os demais permanecer nas áreas determinadas pela organização.

12.11 - Não é permitido qualquer tipo de equipamento eletrônico ou de comunicação entre piloto e equipe (ex: Alfano, GPS, celular, rádio comunicador, relógio de pulso, cronômetro, etc.). O não cumprimento deste item acarretará na desclassificação do kart e seus integrantes.

12.12 - Para comunicação piloto e equipe, será permitida a utilização de placas, que devem ser apresentadas pelo integrante da equipe na grade de proteção da pista, ficando terminantemente proibida a entrada de membros da equipe na área de escape da pista.

12.13 - O piloto que não respeitar a área do box, ao entrar com o kart em alta velocidade e tocar nos limitadores da faixa, será punido em 1 (uma) volta.

12.14 - A ultrapassagem nos boxes só será permitida se o kart à sua frente apresentar problemas mecânicos e/ou parar. Caso este item não seja respeitado, o kart será punido em 5 (cinco) voltas.

12.15 - Caso seja verificado que o piloto parou ou trancou um segundo kart na pista de rolagem dos boxes, sem que tenha existido problema mecânico, o kart será punido em 5 (cinco) voltas.

12.16 - É expressamente proibida a fixação de qualquer objeto estranho ao capacete, como, por exemplo, câmeras.

12.17 - A fixação de câmeras na carenagem é permitida. A fixação do equipamento será fiscalizada pela comissão técnica do evento.

12.18 - É expressamente proibida a utilização de coletes que não sejam os disponibilizados pela organização, por parte dos pilotos e equipes. Fica restringida, também, a utilização de qualquer artefato vestuário por cima do macacão, levando-se em consideração que as equipes podem usar a carenagem como identificação dos seus pilotos. Caso essa conduta não seja respeitada, o piloto receberá a bandeira de box e deverá respeitar a sinalização em até 3 (três) voltas.

12.19 - É proibido acelerar/frear o kart com a mão, seja puxando o cabo do acelerador ou diretamente no motor. Caso a organização identifique essa conduta, o piloto será advertido. Em caso de reincidência, o kart será punido em 1 (uma) volta e bandeira de box imediata. Em caso de rompimento do cabo do acelerador/freio, o piloto deve seguir para o box ou abandonar o kart em local seguro fora da pista.

12.20 - Os auxiliares das equipes só poderão entrar no parque fechado se estiverem vestindo o colete de identificação e SAPATOS FECHADOS. O não cumprimento deste item acarretará na proibição (entrada) ou retirada do auxiliar da área do parque fechado. Caso os auxiliares não respeitem, a equipe será advertida. Em caso de reincidência dessa prática, a equipe e seus karts estarão sujeitos à penalização de 1 (uma) volta.

12.21 - Os auxiliares das equipes não podem utilizar nenhum equipamento eletrônico (rádio, celular, câmera fotográfica, etc.) no parque fechado, será permitido apenas que os auxiliares portem um cronômetro e/ou relógio/cronógrafo de pulso. O não cumprimento deste item acarretará na proibição (entrada) ou retirada do auxiliar da área do parque fechado. Caso os auxiliares não respeitem, a equipe será advertida. Em caso de reincidência dessa prática, a equipe e seus karts estarão sujeitos à penalização de 1 (uma) volta.

12.22 - Caso seja flagrado pela organização um integrante de equipe tentando marcar/sinalizar fisicamente qualquer kart do evento, a equipe e todos os seus karts serão DESCLASSIFICADOS.

EQUIPAMENTO CHASSI/MOTOR
13.1 - Os karts utilizados nos eventos são de propriedade do kartódromo, não cabendo à organização do evento a manutenção dos mesmos.

13.2 - Casos de quebras e disparidade de tempos poderão ocorrer durante os eventos e não serão aceitas reclamações.

13.3 - Os karts que sofrerem avarias serão substituídos e/ou reparados durante o evento, podendo ser reutilizados, não havendo a opção de escolha por parte do piloto.

PENALIZAÇÕES
14.1 - Caso um kart receba bandeira de advertência da direção de prova, o kart ficará sujeito à penalização em volta(s), cabendo à direção a avaliação da quantidade de voltas e/ou a aplicação dessa penalização.

14.2 - DESCLASSIFICAÇÃO: a desclassificação da prova, por qualquer motivo definido em regulamento, acarretará na desclassificação dos pilotos inscritos no kart desclassificado. Desta forma, os pilotos integrantes do kart desclassificado não poderão participar do evento, mesmo que estejam inscritos em outro kart que não tenha sido desclassificado. A desclassificação impede que pilotos/kart possam voltar para a pista. No caso dos pilotos, não poderão voltar para a pista, mesmo que estejam inscritos em outro kart.
14.2.1 - Se no momento da desclassificação do KART X, o piloto inscrito neste KART X estiver em pista representando um segundo KART Y, o KART Y receberá bandeira de box, deverá entrar no box em até 3 (três) voltas para que o piloto desclassificado deixe a competição.
14.2.2 - Se no momento da desclassificação do KART X, o piloto inscrito neste KART X estiver em pista representando um segundo KART Y, e a desclassificação ocorrer dentro do período das 3 (três) últimas voltas da prova, o KART Y será penalizado em 5 (cinco) voltas, pois o KART Y não terá tempo hábil para realizar a entrada no box dentro do prazo de 3 voltas.


14.3 - É terminantemente proibida a comunicação entre pista e box por meio de qualquer equipamento eletrônico, seja via rádio, telefone móvel ou qualquer outro equipamento de transmissão. O descumprimento dessa regra acarretará em DESCLASSIFICAÇÃO da prova. Esse comunicado será feito através do serviço de som do kartódromo. Será permitida apenas a comunicação via PLACAS.

14.4 - É proibida a colocação de qualquer material por parte das equipes em áreas definidas como pista. As equipes devem respeitar a grade que separa o público da pista.

14.5 - Todas as penalizações, a partir da homologação por parte da direção de prova, serão inseridas em tempo real na cronometragem da prova (durante a prova).

14.6 - Apenas o chefe de equipe (responsável) poderá indagar à direção de prova sobre questões desportivas e técnicas (durante a prova), salvo em situações nas quais a direção de prova requisitar a presença de outro membro da equipe que não seja o responsável.

14.7 - Durante a prova os karts poderão ser advertidos, penalizados e desclassificados. O kart ao receber duas penalizações durante o evento estará destinado a receber BANDEIRA DE BOX em sua próxima ocorrência passível de penalização (salvo em questões de desclassificação direta) e sofrer uma PARADA OBRIGATÓRIA DISCIPLINAR. O kart, em vez de receber a desclassificação, será obrigado a fazer uma parada no box (procedimento deve levar em consideração o Item 11). A PARADA OBRIGATÓRIA DISCIPLINAR poderá ser usada como uma parada obrigatória (Item 11).

14.8 - Para que o kart tenha sua PARADA OBRIGATÓRIA DISCIPLINAR cumprida, o tempo de parada deve ser de no mínimo sete minutos (7 min). Independente do kart ter ou não realizado todas as paradas obrigatórias descritas no Item 11.

14.9 - O não cumprimento da PARADA OBRIGATÓRIA DISCIPLINAR acarretará na desclassificação do kart e seus pilotos (Item 14.2).

14.10 - A partir do cumprimento da PARADA OBRIGATÓRIA DISCIPLINAR, o kart estará destinado a receber BANDEIRA PRETA (DESCLASSIFICAÇÃO - Item 14.2) em sua próxima ocorrência passível de penalização.

14.11 - Seguem situações que levam à desclassificação e o acionamento da PARADA OBRIGATÓRIA DISCIPLINAR (POD):
ADVERTÊNCIAPENALIZAÇÃOPODDESCLASSIFICAÇÃO
12XX
02XX
02-X
00-X
01-X
10-X
11-X

14.12 - Caso o piloto/auxiliar ou qualquer membro de equipe inscrita na prova realize atitude indecorosa ou ato obsceno durante o período do evento, estará sujeito a penalização que parte de 1 (uma) volta no resultado da prova (para todos os karts pertencentes a equipe), até a exclusão da equipe (e seus karts) do evento/campeonato. O ato será avaliado pelos comissários desportivos.

PREMIAÇÕES
15.1 - Ao final do evento as seguintes colocações receberão premiação:
Pos.TítuloPremiação
Primeira Colocação2 Troféus
Segunda Colocação2 Troféus
Terceira Colocação2 Troféus
Quarta Colocação2 Troféus
Quinta Colocação2 Troféus
Sexta Colocação2 Troféus

15.1.1 - Será premiado com 1 (um) troféu o kart com maior peso médio entre os 15 (quinze) primeiros colocados).
15.1.2 - Será premiado com 1 (um) troféu o kart que tiver computado a melhor volta durante a prova (em caso de empate, será considerado o kart que fez a volta primeiro).
15.1.3 - Será premiado com 1 (um) troféu o kart que tiver computado a volta de parada obrigatória (válida) mais próxima do ideal (00:07:000 ou 00:10:000). Em caso de empate, será considerado o kart que fez a volta primeiro).
15.1.4 - Serão premiados com 1 (um) troféu os 3 (três) chefes de equipe mais bem colocados que tenham apenas 1 (um) kart atrelado ao seu CPF.
15.1.5 - Será premiado com 1 (um) troféu o kart melhor colocado no grid de largada; e
15.1.6 - A organização reserva-se o direito de distribuir outros prêmios ligados ao evento.

15.2 - Todos os prêmios entregues nos eventos são de posse definitiva do ganhador e cada evento terá sua premiação especificada no regulamento próprio.

15.3 - Após o encerramento da prova, os karts detentores das 3 (três) primeiras posições serão separados no parque fechado e terão prioridade no processo de vistoria. Após a vistoria os karts serão liberados para que possam voltar à pista (para que as equipes possam comemorar o resultado). Neste momento os pilotos não devem sair dos karts, não devem retirar os equipamentos de segurança e não podem ter contato com qualquer membro de sua equipe.

15.4 - Após o encerramento e fechamento do resultado final da prova, as equipes devem ir ao pódio e os 3 primeiros colocados devem levar seus karts até a área destinada aos 3 primeiros colocados, local próximo ao pódio.

15.5 - A organização recomenda que os pilotos participantes da cerimônia de premiação estejam vestindo macacão de competição.

15.6 - Em eventos com menos de 40 karts inscritos, a premiação base ficará limitada aos 6 (seis) primeiros colocados.

CASOS OMISSOS
16.1 - Qualquer ocorrência que não conste neste regulamento será avaliada e julgada pela comissão organizadora do evento.

ORIENTAÇÕES GERAIS
17.1 - A organização recomenda que não sejam consumidas bebidas alcoólicas pelos participantes durante os eventos. Caso seja comprovada a embriaguez do participante, o mesmo será impedido de competir. Excessos dentro e fora da pista são passiveis de punição.

17.2 - Equipes e pilotos, ao realizarem a inscrição, atestam estar cientes e que concordam com as regras e procedimentos definidos nos regulamentos do evento.

17.3 - A comissão organizadora terá todo o direito de alterar o regulamento adicionando adendos ou mudando parágrafos, sempre visando ao bom andamento do campeonato, sem prévio aviso. Os embargos auriculares serão despachados necessariamente em consenso pela comissão organizadora e, não sendo este possível, por sorteio.

17.4 - A organização solicita que a prioridade seja a boa convivência e esportividade entre os participantes. Nossa organização tem o intuito de aproximar todas as pessoas que gostam do esporte.

17.5 - O contato com a organização pode ser feito por meio do e-mail e telefone: contato@raracing.com.br e (48) 999-466-111.

CRONOGRAMA
TERÇA-FEIRA
HORÁRIOATIVIDADE
20:00 - 22:00BRIEFING ON-LINE

QUINTA-FEIRA
HORÁRIOATIVIDADE
14:00 - 22:00TREINOS LIVRES (aluguel de karts)*

SEXTA-FEIRA
HORÁRIOATIVIDADE
10:00 - 22:00TREINOS LIVRES (aluguel de karts)*

SÁBADO
HORÁRIOATIVIDADE
07:00ABERTURA DOS PORTÕES
08:00 - 10:00CREDENCIAMENTO
10:30 - 12:00CLASSIFICAÇÃO
12:00 - 13:00FORMAÇÃO DO GRID
13:00 - 19:00PROVA
19:00 - 19:30RESULTADO OFICIAL
19:30 - 20:30PREMIAÇÃO

* Atividades gerenciadas pelo Kartódromo Internacional Beto Carrero.

DIREITOS DE USO
18.0 - O presente regulamento foi elaborado pela RA RACING. Fica terminantemente proibida a utilização total ou parcial das normas técnicas e desportivas e/ou nomenclaturas e referências nele contidas em competições que não tenham a supervisão da RA RACING.
Contato

Envie-nos um Email

Endereço

Conheça o Circuito

O kartódromo Beto Carrero foi inaugurado em dezembro de 2011, ao receber as já consagradas 500 Milhas de Kart, prova de longa duração, que conta com a participação de pilotos das principais categorias do automobilismo brasileiro e mundial.

Site:

www.kartodromobetocarrero.com.br

Telefone:

(48) 999-466-111

E-mail:

contato@raracing.com.br